FORMULA 1 GRAND PRIX DE MONACO 2011 (2)

E não é que Mônaco surpreendeu?

Quando Sebastian Vettel fez a pole no sábado previ uma procissão com vitória do pole, como é tradição nesta pista, inclusive citei que Jenson Button teria de tirar alguma carta da manga para superar Vettel.

Relargada (Foto: FOWC Ltd.)

Mas a corrida surpreendeu em todos os sentidos, a combinação KERS+DRS+Pirelli deram certo novamente, e assistimos um show de corrida, ao nível que Mônaco merece: disputas intensas; manobras arriscadas, Lewis Hamilton protagonizou as principais; ultrapassagens impressionantes, como a de Barrichello sobre Schumacher e de Schumacher sobre Nico Rosberg; e os três primeiros colocados brigando pela liderança até o final da corrida.

Rubens Barrichello surpreende Michael Schumacher e consegue a ultrapassagem (Foto: FOWC Ltd.)

Michael Schumacher acha espaço e faz uma bela ultrapassagem em cima de Nico Rosberg (Foto: FOWC Ltd.)

Houveram muitas disputas por posição, é de encher os olhos ver a velocidade em que aqueles carros cruzam as ruas do principado, as distâncias mínimas dos Guard-Rails que tira o fôlego de qualquer um, como se não bastasse a preocupação que os pilotos têm nesse sentido, eles ainda conseguem espaço para pressionar o rival à frente. Felipe Massa e Michael Schumacher chegaram a se tocar e Massa perdeu um tequinho do bico, que não atrapalhou seu rendimento e acabou ultrapassando o alemão em seguida , Vettel, Alonso e Button, nesta, os três primeiros ficaram na disputa por várias voltas, liderados por Vettel que fazia milagres com o carro perdendo aderência devido ao desgaste dos pneus e foi salvo na volta 69, quando o acidente envolvendo Petrov e Alguersuari interrompeu a prova.

Disputa pela Liderança (Foto: FOWC Ltd.)

O Anti-clímax foi Lewis Hamilton, que já havia tomado uma punição no Q3 por cortar a chicane, fez uma bela largada chegou a fazer uma bela ultrapassagem sobre Michael Schumacher, mas parece ter relembrado seus tempos de estreante em 2007, se empolgou e por onde passava deixava um rastro de destruição, acabou com a corrida de Felipe Massa e de Pastor Maldonado, cumpriu drive-throug e fui punido com 20s no tempo final, ainda conseguiu a sexta colocação. Depois ainda tem coragem de falar que foi punido por ser negro…

Hamilton ultrapassa Schumacher (Foto: FOWC Ltd.)

Eis o resultado provisório:

Pos No Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 1 Sebastian Vettel RBR-Renault 78 2:09:38.373 1 25
2 5 Fernando Alonso Ferrari 78 +1.1 secs 4 18
3 4 Jenson Button McLaren-Mercedes 78 +2.3 secs 2 15
4 2 Mark Webber RBR-Renault 78 +23.1 secs 3 12
5 16 Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari 78 +26.9 secs 12 10
6 3 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 78 +47.2 secs 9 8
7 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 77 +1 Lap 14 6
8 9 Nick Heidfeld Renault 77 +1 Lap 15 4
9 11 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 77 +1 Lap 11 2
10 18 Sebastien Buemi STR-Ferrari 77 +1 Lap 16 1
11 8 Nico Rosberg Mercedes 76 +2 Lap 7
12 15 Paul di Resta Force India-Mercedes 76 +2 Lap 13
13 21 Jarno Trulli Lotus-Renault 76 +2 Lap 18
14 20 Heikki Kovalainen Lotus-Renault 76 +2 Lap 17
15 25 Jerome d’Ambrosio Virgin-Cosworth 75 +3 Lap 21
16 23 Vitantonio Liuzzi HRT-Cosworth 75 +3 Lap 23
17 22 Narain Karthikeyan HRT-Cosworth 74 +4 Lap 22
18 12 Pastor Maldonado Williams-Cosworth 73 Accident 8
Ret 10 Vitaly Petrov Renault 67 Accident 10
Ret 19 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 66 Accident 19
Ret 6 Felipe Massa Ferrari 32 Accident 6
Ret 7 Michael Schumacher Mercedes 32 Airbox fire 5
Ret 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 30 Suspension 20
DNS 17 Sergio Perez Sauber-Ferrari
Anúncios

2011 Formula 1 QANTAS Australian Grand Prix (4)

A abertura do campeonato não foi a melhor das corridas, mas também não foi a pior delas, acho que os novos itens não fazer muita diferença, com exceção aos Pneus Pirelli, que deixaram a corrida muito movimentada, devido às paradas.

A corrida começou com Sebastian Vettel disparando na frente, Alonso largando mal e nenhum acidente, as paradas começaram logo nas primeiras voltas. Rubens Barrichello protagonizou uma parte da corrida, começou escalar o pelotão, largou em décimo sétimo e ja estava em décimo primeiro, e subindo, até chegar à volta 22 e acertar a lateral de Nico Rosberg e tirá-lo da corrida, algumas voltas mais tarde ele seria considerado culpado da manobra e punido com Drive Through. Faltando 10 voltas pro final da prova, abandonou por problemas no câmbio.

Os destaques da corrida vão para o primeiro Russo a subir ao Pódio na Fórmula 1, Vitaly Petrov resistiu novamente à pressão de Fernando Alonso e terminou na terceira posição, mostrando que todos estavam errados apontando-o como segundo piloto em relação substitutu de Kubica, Nick Heidfeld terminou em décimo quarto. Sérgio Perez também merece ser citado, em uma prova com 48 paradas, o mexicano fez apenas uma, estreando na zona de pontuação, terminou em sétimo.

Felipe Massa não foi bem, no começo da corrida mostrou que poderia fazer algo, mas acabou ficando encalhado nas posições intermediárias, perdeu muito tempo e terminou em nono:

Pos No Driver Team Laps Time/Retired Grid Pts
1 1 Sebastian Vettel RBR-Renault 58 Winner 1 25
2 3 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 58 +22.2 secs 2 18
3 10 Vitaly Petrov Renault 58 +30.5 secs 6 15
4 5 Fernando Alonso Ferrari 58 +31.7 secs 5 12
5 2 Mark Webber RBR-Renault 58 +38.1 secs 3 10
6 4 Jenson Button McLaren-Mercedes 58 +54.3 secs 4 8
7 17 Sergio Perez Sauber-Ferrari 58 +65.8 secs 13 6
8 16 Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari 58 +76.8 secs 9 4
7 6 Felipe Massa Ferrari 58 +85.1 secs 8 6
8 18 Sebastien Buemi STR-Ferrari 57 +1 Lap 10 4
9 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 57 +1 Lap 16 2
10 15 Paul di Resta Force India-Mercedes 57 +1 Lap 14 1
11 19 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 57 +1 Lap 12
12 9 Nick Heidfeld Renault 57 +1 Lap 18
13 21 Jarno Trulli Lotus-Renault 56 +2 Laps 20
14 25 Jerome d’Ambrosio Virgin-Cosworth 54 +4 Laps 22
Ret 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 49 +9 Laps 21
Ret 11 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 48 +10 Lap 17
Ret 8 Nico Rosberg Mercedes GP 22 +36 Laps 7
Ret 20 Heikki Kovalainen Lotus-Renault 19 +39 Laps 19
Ret 7 Michael Schumacher Mercedes GP 19 +39 Laps 11
Ret 12 Pastor Maldonado Williams-Cosworth 9 +49 Laps 15

Pré Temporada 2011 (5)

Faltam 6… Vitaly Petrov anunciou ontem que continuará na Renault, que agora se chamará Lotus Renault. o russo assinou contrato de para duas temporadas correndo ao lado do polonês Robert Kubica.

Com isso, a vaga de Bruno Senna na Lotus vai ficando cada vez mais ameaçada, o boato de que ele teria um lugar garantido na Lotus caiu por terra, já que Heikki Kovalainen e Jarno Trulli estão na outra Lotus,  de Tony Fernandes. E agora, pra onde ir?

GP de Abu Dhabi (4)

Enfim terminou, assistir um final de semana e em Abu Dhabi é uma tortura, a pista é bonita e tals, mas não dá pra assistir corrida sem ultrapassagens, Felipe Massa, por exemplo, ficou amarrado atrás de Jaime Alguersuari, desde sua parada até o final da corrida, foram mais de 40 voltas de tortura.

A corrida foi decidida nas primeiras voltas, Michael Schumacher rodou e Vitantonio Liuzzi bateu nele, fazendo com que seu carr0 parasse em cima da Mercedes do alemão, mais um pouco e acertaria a cabeça de Schumacher. O Safety Car entrou, ficou algumas voltas e, quando saiu, não houve mais a possibilidade de ultrapassagens, foi aquela fila indiana.

Liuzzi acerta Schumacher (Foto: AFP)

As atenções estavam voltadas pra Fernando Alonso e Mark Webber, até Alonso ficar atrás de Petrov, que saiu de cabeça erguida, por ter um papel decisivo na decisão do título, dava até dó do espanhol, saiu da pista várias vezes no desespero para passar o russo, sem sucesso. Mark Webber não fez nada, só ficou atrás, sem esboçar nenhuma reação. Com isso só restou ao piloto que fez a pole, Vettel, seguir para a vencer a corrida e o campeonato.

Pódio de Abu Dhabi (Foto: Sutton Images)

E foi um pódio tricampeão, os dois últimos campeões acompanhavam o mais jovem piloto a conquistar um campeonato, Lewis Hamilton em 2ºe Jenson Button em 3º, e, como em um cerimônia de posse, comemoraram junto com Vettel a conquista do seu primeiro título mundial.

O mesmo não se pode dizer de Fernando Alonso, que, como um garoto mimado, acostumado aos “adversários” darem passagem, saiu gesticulando contra Vitaly Petrov após o final da corrida, e quando saiu do carro saiu correndo pra chorar no seu quartinho, atitute desprezível.

Alonso emburrado (Foto: Sutton Images)

No final, ficou assim:

Pos No Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 55 1:39:36.837 1 25
2 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 55 +10.1 s 2 18
3 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 55 +11.0 s 4 15
4 4 Nico Rosberg Mercedes GP 55 +30.7 s 9 12
5 11 Robert Kubica Renault 55 +39.0 s 11 10
6 12 Vitaly Petrov Renault 55 +43.5 s 10 8
7 8 Fernando Alonso Ferrari 55 +43.7 s 3 6
8 6 Mark Webber RBR-Renault 55 +44.2 s 5 4
9 17 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 55 +50.2 s 17 2
10 7 Felipe Massa Ferrari 55 +50.8 s 6 1
11 22 Nick Heidfeld BMW Sauber-Ferrari 55 +51.5 s 14
12 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 55 +57.6 s 7
13 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 55 +58.3 s 13
14 23 Kamui Kobayashi BMW Sauber-Ferrari 55 +59.5 s 12
15 16 Sebastien Buemi STR-Ferrari 55 +63.1 s 18
16 10 Nico Hulkenberg Williams-Cosworth 55 +64.7 s 15
17 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 54 +1 Volta 20
18 25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 53 +2 Voltas 22
19 21 Bruno Senna HRT-Cosworth 53 +2 Voltas 23
20 20 Christian Klien HRT-Cosworth 53 +2 Voltas 24
21 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 51 +4 Voltas 19
NC 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 43 Câmbio 21
NC 3 Michael Schumacher Mercedes GP 0 Acidente 8
NC 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 0 Acidente 16

GP do Japão (5)

Avassalador, essa é a palavra que melhor descreve o domínio da Red Bull neste fim de semana, Sebastian Vettel só perdeu a liderança durante 14 voltas, tempo que Jenson Button resistiu sem fazer sua parada.

A largada foi bastante agitada, Vitaly Petrov se atrapalhou e levou Nico Hulkenberg junto antes mesmo de chegar na curva, nela Felipe Massa tentou ultrapassar Nico Rosberg onde não cabia, “pisou” na grama, rodou e acertou em cheio Vitantonio Liuzzi, acabando com a corrida de ambos.Felipe Massa Acerta Liuzzi na primeira curva (Foto: Sutton Images)

Felipe Massa Acerta Liuzzi na primeira curva (Fotos: Sutton Images)

O grande destaque da corrida foi o japonês Kamui Kobayashi, que largou em 14º e terminou em 7º a bordo de sua Sauber, Fernando Alonso fez uma corrida regular, conseguiu chegar ao Pódio. Rubens Barrichello chegou em 9º e Bruno Senna em 15º, di Grassi não largou.

Pos No Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 53 1:30:27.323 1 25
2 6 Mark Webber RBR-Renault 53 +0.9 s 2 18
3 8 Fernando Alonso Ferrari 53 +2.7 s 4 15
4 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 53 +13.5 s 5 12
5 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 53 +39.5 s 8 10
6 3 Michael Schumacher Mercedes GP 53 +59.9 s 10 8
7 23 Kamui Kobayashi BMW Sauber-Ferrari 53 +64.0 s 14 6
8 22 Nick Heidfeld BMW Sauber-Ferrari 53 +69.6 s 11 4
9 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 53 +70.8 s 7 2
10 16 Sebastien Buemi STR-Ferrari 53 +72.8 s 18 1
11 17 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 52 +1 Volta 16
12 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 52 +1 Volta 20
13 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 51 +2 Voltas 19
14 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 51 +2 Voltas 22
15 21 Bruno Senna HRT-Cosworth 51 +2 Voltas 23
16 20 Sakon Yamamoto HRT-Cosworth 50 +3 Voltas 24
17 4 Nico Rosberg Mercedes GP 47 Acidente 6
NC 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 44 Vazamento de Óleo 15
NC 11 Robert Kubica Renault 2 Mecânico 3
NC 10 Nico Hulkenberg Williams-Cosworth 0 Acidente 9
NC 7 Felipe Massa Ferrari 0 Acidente 12
NC 12 Vitaly Petrov Renault 0 Acidente 13
NC 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 0 Acidente 17
NL 25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 0 Acidente 21