2011 FORMULA 1 DHL TURKISH GRAND PRIX (3)

Uma corrida como poucas, o Grande Prêmio da Turquia foi uma das melhores corridas que já assisti, e está concorrendo com o Brasil nas corridas mais movimentadas e emocionantes. O que vimos neste domingo foi a combinação DRS + Kers + Pneus Pirelli dando certo e várias ultrapassagens.

Logo nas primeiras voltas, tivemos uma ultrapassagem de Vitaly Petrov, que está aguentando bem a pressão de substituir Robert Kubica, em cima de Michael Schumacher, que tentou se defender de uma maneira que só ele sabe, e acabou tocando o bico na roda traseira de Petrov e precisou parar nos Boxes. A partir daí a corrida pro alemão não foi das melhores, voltou em 22º e tentou uma corrida de recuperação, mas por causa da movimentação das paradas não teve muito sucesso e terminou em 12º, isso sem contar as ultrapassagens que sofreu, sendo duas delas do Koba-mito.

Falando em Kobayashi, está virando rotina as corridas espetaculares desse japonês, nesta, ele largou na última posição, já na primeira volta cruzou em 18º, e apartir daí foi atropelando tudo e todos, protagonizando as melhores ultrapassagens da corrida, chegou a ocupar a 5ª e terminando em 10º.

Fernando Alonso, Lewis Hamilton, Jenson Button, Mark Webber e Nico Rosberg foram quem mais trocaram de poisições, aquele era o grupo onde a TV estava focada, quem se deu melhor nessa briga foi Alonso e Webber, com o australiano ultrapassando o espanhol a poucas voltas do final.

Sebastian Vettel foi o único que não aproveitou das brigas, já que em nenhum momento foi incomodado. Felipe Massa fez uma boa corrida mas não conseguiu um bom resultado, terminou em 11º. Rubens Barrichello foi o 15º:

Pos No Driver Team Laps Time/Retired Grid Pts
1 1 Sebastian Vettel RBR-Renault 58 1:30:17.558 1 25
2 2 Mark Webber RBR-Renault 58 +8.8 secs 2 18
3 5 Fernando Alonso Ferrari 58 +10.0 secs 5 15
4 3 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 58 +40.2 secs 4 12
5 8 Nico Rosberg Mercedes 58 +47.5 secs 3 10
6 4 Jenson Button McLaren-Mercedes 58 +59.4 secs 6 8
7 9 Nick Heidfeld Renault 58 +60.8 secs 9 6
8 10 Vitaly Petrov Renault 58 +68.1 secs 7 4
9 18 Sebastien Buemi STR-Ferrari 58 +69.3 secs 16 2
10 16 Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari 58 +78.0 secs 24 1
11 6 Felipe Massa Ferrari 58 +79.8 secs 10
12 7 Michael Schumacher Mercedes 58 +85.4 secs 8
13 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 57 +1 Lap 12
14 17 Sergio Perez Sauber-Ferrari 57 +1 Lap 15
15 11 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 57 +1 Lap 11
16 19 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 57 +1 Lap 17
17 12 Pastor Maldonado Williams-Cosworth 57 +1 Lap 14
18 21 Jarno Trulli Lotus-Renault 57 +1 Lap 19
19 20 Heikki Kovalainen Lotus-Renault 56 +2 Laps 18
20 25 Jerome d’Ambrosio Virgin-Cosworth 56 +2 Laps 23
21 22 Narain Karthikeyan HRT-Cosworth 55 +3 Laps 22
22 23 Vitantonio Liuzzi HRT-Cosworth 53 +5 Laps 20
Ret 15 Paul di Resta Force India-Mercedes 44 Retired 13
DNS 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 0 Gearbox 21
Anúncios

Pré Temporada 2011 – C30

A sauber mostrou seu carro em Valência, com o tradicional branco, mas ao contrário do ano passado, cheia de patrocinadores, Claro, Telmex e uma marca de Tequila fazem parte desse time, Graças ao Mexicano Sergio Perez Mendonza que acompanhará o Kobamito conduzindo os bólidos.

O padrão de cores continua o mesmo, mas notei uns detalhes estranhos no bico, uma dobra que mais parece ter sido desenvolvido para abrigar o Logo da Telmex, do que para melhorar efetivamente a aerodinamica do carro.

Sauber C30 (Foto: Sutton Images)

O carro já deu algumas voltas em Valência, e acho que os Pneus Pirelli vão dar um pouco de trabalho para identificação quando vistos de frente.

GP da Coreia (3)

Seria uma corrida emocionante, se ela acontecesse de fato.

Choveu, a largada foi lançada, atrás do Safety Car, que continuou na pista até a 3ª volta, quando tremularam a bandeira vermelha e a prova foi interrompida. Uma Hora depois a prova foi retomada, ainda com a presença do Safety Car, que permaneceu por mais 15 voltas.

 

Os pilotos seguem o Safety Car (Foto: Sutton Images)

 

Não lembro de ter visto nada parecido, os pilotos já não aguentavam mais o lenga lenga do Mercedão. A corrida iniciou-se realmente na 18ª volta, aí Mark Webber se perdeu na curva, rodou sozinho, bateu no muro e levou Nico Rosberg junto, fim de prova para ambos. E o Safety Car foi pra pista novamente, retirando-se quatro voltas depois.

 

Carro de Mark Webber sendo retirado (Foto: Sutton Images)

Vettel liderava a corrida, com Fernando Alonso em 2º e Lewis Hamilton em 3º. Chegou a hora das paradas, a Ferrari se atrapalhou no pit e Alonso perdeu a segunda posição para Hamilton, algumas voltas depois o inglês cometeria um erro e o espanhol recuperaria a vice-liderança.

 

Na volta 46, o fim de semana da Red Bull e de Vettel terminou de descer pela descarga, o motor do alemão estourou pondo fim na sua corrida promissora. Bom para Alonso que ganhou a liderança de presente, e aproveitou muito bem, abriu 10s para o segundo, Hamilton, e venceu a prova. Felipe Massa fez uma boa corrida e terminou em terceiro, Barrichello terminou em 7º e Bruno Senna em 14º. Lucas di Grassi não completou.

Fernando comemora a Vitória (Foto: Sutton Images)

 

Destaque para Kamui Kobayashi, mesmo com problemas com o carro chegou em 8º, Vitantonio Liuzzi, repetiu o seu mellhor resultado na temporada, e Nick Heidfeld, que provou ser um ótimo piloto, pontuando em 2 das 3 corridas que disputou.

Pos No Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 8 Fernando Alonso Ferrari 55 2:48:20.810 3 25
2 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 55 +14.9 s 4 18
3 7 Felipe Massa Ferrari 55 +30.8 s 6 15
4 3 Michael Schumacher Mercedes GP 55 +39.6 s 9 12
5 11 Robert Kubica Renault 55 +47.7 s 8 10
6 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 55 +53.5 s 17 8
7 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 55 +69.2 s 10 6
8 23 Kamui Kobayashi BMW Sauber-Ferrari 55 +77.8 s 12 4
9 22 Nick Heidfeld BMW Sauber-Ferrari 55 +80.1 s 13 2
10 10 Nico Hulkenberg Williams-Cosworth 55 +80.8 s 11 1
11 17 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 55 +84.1 s 15
12 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 55 +89.9 s 7
13 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 54 +1 Volta 21
14 21 Bruno Senna HRT-Cosworth 53 +2 Voltas 24
15 20 Sakon Yamamoto HRT-Cosworth 53 +2 Voltas 23
NC 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 46 Acidente 14
NC 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 45 Motor 1
NC 12 Vitaly Petrov Renault 39 Acidente 20
NC 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 31 Acidente 19
NC 16 Sebastien Buemi STR-Ferrari 30 Acidente 16
NC 25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 25 Acidente 22
NC 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 25 Hidráulico 18
NC 6 Mark Webber RBR-Renault 18 Acidente 2
NC 4 Nico Rosberg Mercedes GP 18 Acidente 5

Fernando Alonso agora lidera o Campeonato, com 231 pontos; Mark Webber é o segundo, com 220 pontos; Lewis Hamilton terceiro, com 210 pontos; Sebastian Vettel quarto, com 206 pontos e Jenson Button quinto, com 189 pontos. Os cinco com chances matemáticas de título.

GP do Japão (5)

Avassalador, essa é a palavra que melhor descreve o domínio da Red Bull neste fim de semana, Sebastian Vettel só perdeu a liderança durante 14 voltas, tempo que Jenson Button resistiu sem fazer sua parada.

A largada foi bastante agitada, Vitaly Petrov se atrapalhou e levou Nico Hulkenberg junto antes mesmo de chegar na curva, nela Felipe Massa tentou ultrapassar Nico Rosberg onde não cabia, “pisou” na grama, rodou e acertou em cheio Vitantonio Liuzzi, acabando com a corrida de ambos.Felipe Massa Acerta Liuzzi na primeira curva (Foto: Sutton Images)

Felipe Massa Acerta Liuzzi na primeira curva (Fotos: Sutton Images)

O grande destaque da corrida foi o japonês Kamui Kobayashi, que largou em 14º e terminou em 7º a bordo de sua Sauber, Fernando Alonso fez uma corrida regular, conseguiu chegar ao Pódio. Rubens Barrichello chegou em 9º e Bruno Senna em 15º, di Grassi não largou.

Pos No Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 53 1:30:27.323 1 25
2 6 Mark Webber RBR-Renault 53 +0.9 s 2 18
3 8 Fernando Alonso Ferrari 53 +2.7 s 4 15
4 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 53 +13.5 s 5 12
5 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 53 +39.5 s 8 10
6 3 Michael Schumacher Mercedes GP 53 +59.9 s 10 8
7 23 Kamui Kobayashi BMW Sauber-Ferrari 53 +64.0 s 14 6
8 22 Nick Heidfeld BMW Sauber-Ferrari 53 +69.6 s 11 4
9 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 53 +70.8 s 7 2
10 16 Sebastien Buemi STR-Ferrari 53 +72.8 s 18 1
11 17 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 52 +1 Volta 16
12 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 52 +1 Volta 20
13 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 51 +2 Voltas 19
14 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 51 +2 Voltas 22
15 21 Bruno Senna HRT-Cosworth 51 +2 Voltas 23
16 20 Sakon Yamamoto HRT-Cosworth 50 +3 Voltas 24
17 4 Nico Rosberg Mercedes GP 47 Acidente 6
NC 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 44 Vazamento de Óleo 15
NC 11 Robert Kubica Renault 2 Mecânico 3
NC 10 Nico Hulkenberg Williams-Cosworth 0 Acidente 9
NC 7 Felipe Massa Ferrari 0 Acidente 12
NC 12 Vitaly Petrov Renault 0 Acidente 13
NC 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 0 Acidente 17
NL 25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 0 Acidente 21

“Nada mal para um segundo piloto!!”

Essa foi a frase dita por Mark Webber após vencer o Grande Prêmio de Silverstone, na Inglaterra sem ser incomodado. Isso porque a Red Bull tirou uma asa dianteira do carro do australiano para colocar no carro Sebastian Vettel, favorecendo claramente o alemão.

Na corrida deste domingo, Vettel tinha tudo para conseguir mais uma vitória na carreira, era o pole e largaria no “lado limpo da pista”, com um carro pra ninguém botar defeito, inclusive com uma asa dianteira especial… Não adiantou.
Largou mal, perdeu a primeira posição para o companheiro de equipe logo na primeira curva, desequilibrado, sofreu um toque da Mclaren de Lewis Hamilton, furando seu pneu. Parou no box acabou em 24º, onde ficou até o Safety Car entrar na pista, na 26ª volta, e diminuir o tempo entre os pilotos. A partir daí começou uma corrida recuperação e conseguiu chegar em 7º ao final da corrida.

(Acho que o Mick Jagger estava torcendo para a Ferrari…) Felipe Massa largou em 7º, poderia fazer uma ótima corrida, mas sofreu um toque de Fernando Alonso, seu companheiro de equipe, que furou seu pneu, parou no box e fez companhia para Vettel na lanterna. Após o Safety Car, ganhou várias posições, mas quando estava em 11º errou uma curva, travou as rodas e ficou com pneu quadrado, entrou no box novamente, mas a equipe não o esperava e perdeu muito tempo, terminou em 15º.

Fernando Alonso não foi prejudicado no incidente com o companheiro de equipe, seguia fazendo uma corrida regular, que, ultimamente, é o máximo que a equipe italiana pode oferecer, mas teve de cumprir um drive through por ultrapassar Robert Kubica cortando caminho e não devolver a posição, caiu para o fim da fila e não conseguiu se recuperar, a duas voltas do fim, quando estava em 12º sofreu um toque de Vitantonio Liuzzi e, ironicamente, precisou parar no box com um pneu furado, terminou em 14º.

Destaque para Lewis Hamilton, 2º, que fez uma corrida sem ser incomodado, Barrichello, 5º, Kobayashi, 6º, Sutil, 8º, e Hulkenberg, 10º.

Pos No Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 6 Mark Webber RBR-Renault 52 1:24:38.200 2 25
2 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 52 +1.3 s 4 18
3 4 Nico Rosberg Mercedes GP 52 +21.3 s 5 15
4 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 52 +21.9 s 14 12
5 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 52 +31.4 s 8 10
6 23 Kamui Kobayashi BMW Sauber-Ferrari 52 +32.1 s 12 8
7 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 52 +36.7 s 1 6
8 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 52 +40.9 s 11 4
9 3 Michael Schumacher Mercedes GP 52 +41.5 s 10 2
10 10 Nico Hulkenberg Williams-Cosworth 52 +42.0 s 13 1
11 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 52 +42.4 s 20
12 16 Sebastien Buemi STR-Ferrari 52 +47.6 s 16
13 12 Vitaly Petrov Renault 52 +59.3 s 15
14 8 Fernando Alonso Ferrari 52 +62.3 s 3
15 7 Felipe Massa Ferrari 52 +67.4 s 7
16 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 51 +1 Volta 21
17 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 51 +1 Volta 18
18 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 50 +2 Voltas 19
19 20 Karun Chandhok HRT-Cosworth 50 +2 Voltas 23
20 21 Sakon Yamamoto HRT-Cosworth 50 +2 Voltas 24
NC 17 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 44 Freios 17
NC 22 Pedro de la Rosa BMW Sauber-Ferrari 29 Acidente 9
NC 11 Robert Kubica Renault 19 Transmissão 6
NC
25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 9 Hidráulico 22

GP da Europa (2)

Vettel venceu a segunda no ano e Webber voou, literalmente…

Numa pista de rua, onde ultrapassagens são raras, podia-se esperar uma coisa monótona, como tem sido ultimamente a cara da Fórmula 1. Em parte essa conclusão é correta, pois não houve muitas ultrapassagens, mas pra compensar essa ausência, erros e acidentes deixaram a corrida com um pouco mais de emoção.

Largada (Foto: Sutton Images)

Tudo começou na largada, quando Mark Webber, segundo no grid, largou muito mal e perdeu sete posições, cruzando a linha na primeira volta em nono. Mudando a estratégia, parou antes de todos, colocou pneus macios, deu algumas voltas e entrou no boxe novamente, dessa vez para colocar pneus duros e ir até o final da corrida. Voltou atrás de Heikki Kovalainen e, ao tentar ultrapassá-lo, colidiu com a traseira da Lotus, decolou, acertou uma placa de publicidade, caiu com as rodas para o ar, desvirou e colidiu fortemente com a barreira de pneus.

Webber decola na traseira de Kovalainen (Foto: Sutton Images)

Acerta a placa publicitária (Foto: Sutton Images)

Choca-se com a barreira de pneus (Foto: Sutton Images)

O Safety Car entraria naquela volta, então todos, com exceção de Kamui Kobayashi, anteciparam suas paradas, o que bagunçou toda a tabela. Nessa confusão, Felipe Massa foi quem saiu prejudicado, pois ficou na “fila do posto” e caiu de quarto para décimo sétimo. Schumacher cruzou a linha naquela volta em terceiro, parou logo depois, mas cometeu um erro: parou à frente do Safety Car, e quando saia do Pit Lane, luz vermelha! teve de esperar todo o pelotão passar até sair, na vigésima primeira posição.

Vettel exibe os troféus conquistados (Foto: Sutton Images)

Kobayashi foi o astro do dia, como não havia parado, estava em terceiro. Segurou a sua parada até  algumas voltas antes do fim, e ainda, na última volta, talvez por estar com pneus novos, ultrapassou Fernando Alonso e Sebastien Buemi conquistando a sétima posição. Barrichello também se deu bem, e terminou em quarto, sua melhor posição na temporada.

Outro fato que marcou a corrida foram as penalizações, Hamiltoncumpriu um drive through por ter ultrapassado o Safety Car, mas não foi prejudicado. Algumas horas após a corrida divulgou-se a penalização de 5s para Button, Barrichello, Hulkenberg, Kubica, Petrov, Sutil, Buemi, De la Rosa e Liuzzi, por completar a volta de entrada do Safety Car abaixo do tempo mínimo exigido. e 20s para Timo Glock, por não respeitar uma bandeira azul.

O resultado final:

Pos. Num. Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 57 1:40:29.571 1 25
2 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 57 +5.0 secs 3 18
3 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 57 +12.6 secs 7 15
4 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 57 +25.6 secs 9 12
5 11 Robert Kubica Renault 57 +27.1 secs 6 10
6 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 57 +30.1 secs 13 8
7 23 Kamui Kobayashi BMW Sauber-Ferrari 57 +30.9 secs 18 6
8 8 Fernando Alonso Ferrari 57 +32.8 secs 4 4
9 16 Sebastien Buemi STR-Ferrari 57 +36.2 secs 11 2
10 4 Nico Rosberg Mercedes GP 57 +44.3 secs 12 1
11 7 Felipe Massa Ferrari 57 +46.6 secs 5
12 22 Pedro de la Rosa BMW Sauber-Ferrari 57 +47.4 secs 16
13 17 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 57 +48.2 secs 17
14 12 Vitaly Petrov Renault 57 +48.2 secs 10
15 3 Michael Schumacher Mercedes GP 57 +48.8 secs 15
16 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 57 +50.8 secs 14
17 25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 56 +1 Lap 21
18 20 Karun Chandhok HRT-Cosworth 55 +2 Laps 23
19 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 55 +2 Laps 22
20 21 Bruno Senna HRT-Cosworth 55 +2 Laps 24
21 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 53 +4 Laps 19
NC 10 Nico Hulkenberg Williams-Cosworth 49 Motor 8
NC 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 8 Acidente 20
NC 6 Mark Webber RBR-Renault 8 Acidente 2