Doodle da Google (4) – 24 de julho

O Doodle do dia 24 de julho relembra os 100 anos da redescoberta de Machu Pichu.No dia 24 de julho de 1911, o professor Hiram Bingham a encontrou ao chefiar uma expedição na região.

Li no Wikipedia.org

Anúncios

Doodle da Google (3) – 22 de julho

O Doodle de hoje homenageia Alexander Calder (Lawton, Pensilvânia, 22 de julho de 1898New York, 11 de novembro de 1976), também conhecido por Sandy Calder, foi um escultor e artista plástico estadunidense famoso por desenvolver seus móbiles.

A Escultura Virtual é animada, e interage com o mouse, vale a pena conferir, é só acessar a página inicial do Google.

Com a ajuda da Wikipedia

Olhos na Nuca…

Estava navegando por sites de acessórios para motociclistas, procurando a viseira para o capacete que ganhei. quero usá-lo no próximo dia 1º, quando vou à Granja Viana correr novamente, quando me deparei com um modelo capacete que conta com um retrovisor.

O Vídeo abaixo explica bem como funciona:

Não piloto motos, mas percebo a dificuldade dos motoqueiros em enxergar quem está atrás, geralmente, quando me aproximo de algum motociclista, assim como nos automóveis, procuro os olhos do condutor no retrovisor, para ter certeza que ele me vê, mas percebo que ele demora para notar minha presença, seus retrovisores estão encobertos pelos seus braços ou desregulados. Talvez seja por isso que eles parecem andar pela cidade como se fossem os únicos na pista, salvo exceções.

Recentemente, assisti o Planeta EXPN, que passa na ESPN, uma entrevista com a Renata Falzoni, que comentava o acidente que matou o empresário Antonio Bertolucci, nessa entrevista ela dizia: “O condutor do veículo mais pesado é responsável pelo mais leve, mesmo se o motoqueiro fizer alguma barbeiragem, o responsável ainda é o motorista”. Nessa hora me veio na cabeça, como zelar por alguém que vive fazendo barbeiragens no trânsito? Talvez essas barbeiragens ocorrem porque o motoqueiro simplesmente não vê que há um carro ali.

Escrevendo sobre isso, me veio à mente a história do Luciano, que eu considerava muito, na época eu tinha seis ou sete anos e ele era o único que realmente dava atenção para nós, crianças. O Luciano tinha uma moto, e me levou para dar minha primeira volta, foi a volta no quarteirão mais prazerosa que eu já tive, nunca vou esquecer, desci da moto deslumbrado, gritando: “Mãe!! A senhora viu!? Eu andei de Moto!!”. Semanas mais tarde chegou a triste notícia, o Luciano havia sofrido um acidente na Rodovia Presidente Dutra. Segundo testemunhas, ele olhou para trás para ter certeza que não havia nenhum carro do seu lado, para mudar de faixa e ultrapassar o caminhão à frente. Nesse meio tempo, o trânsito parou e ele acertou a traseira do caminhão em cheio, faleceu horas depois no hospital. “Porque o Luciano, mãe?”, eu perguntava desesperado.
Na saída do velório, fiz uma promessa para minha mãe: “Nunca vou ter uma moto, porque perdi um amigo por causa dela!“.

Ah, se esse capacete existisse na época do Luciano…

Complexidade e Beleza

Complexo e belo, é uma boa maneira de definir um carro de Fórmula 1, é difícil imaginar quantas peças compõem o sistema, e o quanto cada uma é importante para um bom resultado na pista.

A Mercedez Benz, no seu museu em Surrey – Grã Bretanha, faz uma exposição com diversos itens da categoria, e um dos itens dessa mostra retrata bem a complexidade desses bólidos, trata-se de uma Mercedes GP desmontada, suspensa por fios de nilon. No total são 3 200 peças, permitindo ao visitante ver com detalhes o sistema de freios, a transmissão, o conjunto de direção, entre outros.

(Clique para ampliar)

 

Li no Pipoca de Bits.

Novidades!

Fechamos o mês de abril e temos novidades!

A primeira delas é mais dois recordes de visitas no nosso blog, mensal e diário: no recorde mensal, foram 912 visitas durante o mês, e o recorde diário, foi no dia 4 de abril que tivemos 172 visitas, infelizmente não fiquei feliz pelo motivo desse recorde, a morte de Gustavo Sondermann, mas o recorde está aí e é fato para comemorarmos.

A segunda é a mudança de endereço do Gasparov Motorsport:Agora, o blog do Rodolfo Gaspar, está disponível no http://gasparovmotorsport.wordpress.com/, finalmente meu irmão se tocou e mudou para uma plataforma de blog decente. Agora o blog engrena.

A terceira novidade é o novo Slogan do nosso Blog: “Velocidade e Tecnologia”. Decidi fazê-lo por causa da área que estudo, Tecnologia da Informação, acho que vai ser bacana das uns pitacos sobre tecnologia também.

A Terra não é Redonda!!

No último dia 31, quinta-feira, os cientistas da Agência Espacial Europeia divulgaram as imagens do satélite Goce, lançado em 2009, que gravou mais de 12 meses de imagens da Terra e mostrou que ela não é completamente redonda, parece muito com uma batata, tanto que o nome do vídeo abaixo é “Potato Earth”.

É engraçado, diferente do que estamos acostumados.

Por Falar em Acidentes…

Baseado nas discussões que li após o acidente da Copa Montana, sobre a segurança dos carros desta categoria, achei legal publicar um vídeo que assisti enquanto procurava o video do acidente. Nele, um narrador, em inglês, conta os itens de segurança que foram adicionados aos veículos da Nascar ao longo dos anos, e mostra os acidentes que motivaram tais mudanças.

O último item apresentado foi o “carro de amanhã”, ou algo do tipo, trata-se dos carros que são usaos atualmente, e conta que duvidavam da resistência do carro, até o acidente de Michael McDonnel, na classificação para o GP do Texas de 2008, que acredito ter sido mais grave do que o de Sondermann, e o piloto saiu andando.

Acho que já está na hora de repensarmos o nosso padrão de segurança no automobilismo Nacional.

Corta e faz Pick Up!

Basta andar um pouco na cidade para vermos carros deste tipo…

Geralmente são mutações baratas que acabam levando o coitado do carro para o ferro velho, mas alguns excêntricos endinheirados podem fazer algo bem feito:

A Chevrolet poderia considerar a hipótese de produzir em série, não?

Um Milhão de Girafas!

Imagine essa situação: No dia 06 de junho de 2009, dois amigos estão num bar. Um vira pro outro e diz: “Realmente não existem mais limites, tudo é possível! Se eu quisesse poderia até recolher um milhão de girafas!”. O amigo, Jørgen, não deixou passar, já que os dois já tinham um histórico de apostas bobas, propôs uma meta: conseguir Um Milhão de Girafas até 1º de janeiro de 2011, feito as contas, o prazo seria de 573 dias. Fizeram apenas uma restrição: As girafas devem ser feitas à mão, sem o uso do computador, caso contrário seria muito fácil. Bastou alguns dias para pensar na melhor forma de conseguir isso e, no dia 11 de junho de 2009, entrou no ar o site www.onemilliongiraffes.com.

Ola Helland é um Norueguês de 25 anos. Apostou uma caixa de cerveja com Jørgen nessa brincadeira. Assim que criou o site, pouco antes da hora do almoço, mandou o link para seus amigos do Twitter e no Facebook, esperando conseguir 20 ou 30 girafas ao longo da semana. Quando voltou, foi surpreendido por 46 girafas na sua caixa de entrada. Até o fim do dia eram 134 girafas, o site espalhou e desde então a vida dele não é a mesma.

O mais legal é que apenas 440 dias após a aposta, no dia 20 de agosto deste ano, eles conseguiram realizar essa proeza. Receberam um milhão de girafas de 102 países e agora lançaram um livro com este nome. Com certeza estes rapazes fizeram história, provaram que na internet não há limites. Enquanto escrevo este post, são 1 005 127 girafas no site: “O projeto acabou, mas o site continua vivo!” Disse.

O site é bem completo, tem até um game em que temos de adivinhar a idade de quem desenhou a girafa, vale a pena a visita!

Deixe seu comentário por aqui! Você participou dessa empreitada? Mande para nós o link da sua Girafa!

Eu fiz a minha: http://www.onemilliongiraffes.com/?id=22544