27º Salão Internacional do Automóvel

Começando o Ano com uma boa notícia, já estão definidas as datas para realização do Salão do Automóvel de 2012.

O evento deve ocorrer entre 24 de outubro e 4 de novembro deste ano. Nós manteremos a cobertura de dois anos atrás, ao longo do ano vamos reprisar alguns dos posts publicados até a véspera do evento de 2010, além de trazer sempre informações atualizadas.

Anúncios

Diário de Bordo (6)

Para finalizar a visita, e os posts da série Diario de Bordo, passamos pelo estande da Porsche, onde vimos os clássicos 911, Cayenne e a novidade, o Panamera. seguimos para estande da Subaru, onde vimos o Impreza WRX.

GT by Citroën (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

 

Um pouco à frente o estande da Citroën, onde vimos um dos destaques do salão, o GT by Citroën, protótipo baseado no carro do jogo Gran Turismo, além dos tradicionais da marca. No estande da Range Rover, o Evoque, imponente numa plataforma giratória.

Bugatti Veyron (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Antes de voltar pra casa ainda vimos o NUVIS, protótipo híbrido da Hyundai, o estande da Aston Martin, o Nissan 370z transparente, o Bugatti Veyron o Audi R8 Spyder e conseguimos entrar em dois Camaros diferentes.

Audi R8 Spyder (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Uma programação para nunca se esquecer, o mais perto que tinha chegado disso era ter entrado no Nissan 350z no Salão de 2006, enfim, um Experiência Incrível, agora é só aguardar 2012…

Diário de Bordo (5)

Chegamos ao estande da Kia cinco minutos antes da apresentação, já estava lotado, arrumamos um cantinho e esperamos, não ficamos lá à toa, chegou a hora o Mohave começou a se desmontar, e aos poucos se transformou num robô de quase seis metros de altura, disse algumas palavras e tornou ao seu lugar, muito bacana.

Sequência do Robô (Clique para aumentar)

Ao término da apresentação, fomos até o estande da Renault, para ver o Renault F1, lindo, não sei porquê, mas esse carro amarelo ganha até da Lotus na beleza, tomara que continue no próximo ano, vimos também o Sandero Stepway Concept, e o protótipo da marca, o Coupé Concept. Dali, fomos ao  estande da Volvo, onde vimos o S60, C70 e 0 XC60.

Renault F1 (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

No estande da Honda, além dos tradicionais modelos, como Fit, Civic, City, etc., o destaque era o protótipo EV-N e o carro da Indy de Bia Figueiredo.

Honda EV-N (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Continua…

Diário de Bordo (4)

Continuamos a visita, chegando ao estande da Fiat, onde havia dois Fiat 500, amarelos, unidos pelo assoalho pendurados num poste, o protótipo da marca, o Mio, era possível, também, ver uma nova versão do Uno, o Uno Cabrio, e o Línea usado no Troféu Línea, categoria emergente de carros estoque, além de assistirmos uma apresentação ao vivo do pessoal do “É Tudo Improviso!”, muito bons, e um mini-estande com os personagens do filme “Carros” da Disney Pixar.

Fiat Uno Cabrio (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Seguimos para o estande da Toyota, onde éramos recebidos pelo protótipo Fine-S e o Prius Plug-in Hybrid, vimos também duas Pick-ups Hilux, com pneus enormes e um letreiro esculpido no gelo.

Toyota Fine-S (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

No estande da Volkswagen, uma Amarok, um Passat numa plataforma giratória, uma bicicleta elétrica e o protótipo da marca, o L1. O show de apresentação deles também é muito bom, vários coreógrafos ocupam todo o estande e tudo é mostrado no telão principal, acabando a apresentação, ligaram o motor de um Mercedes, no estande vizinho.

Volkswagen L1 (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Não tinha melhor jeito de chamar a atenção, todos que assistiam a apresentação da Volks correram para lá, inclusive eu, não consegui ver qual o modelo que ligaram, pois fizeram um grande tumulto no estande, por isso resolvemos sair logo dali.

Logo adiante, o estande da Chrysler Dodge, também lotado, faltavam vinte minutos para a apresentação do RobôKia, mudamos rapidamente o cronograma e voltamos para estande da Kia.

Continua…

Diário de Bordo (3)

Depois do Capuccino, seguimos a visita no Estande da Peugeot, vimos o protótipo HR1, o lançamento 408 e outros Peugeot’s bacanas, como o 3008 e o híbrido RC2.

Peugeot 408 (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Alguns passos à frente, o Estande da Ferrari…. Ah! A Ferrari! Arranca suspiros de qualquer um, não é à toa que é o estande mais procurado em todo o Salão, arrumei um espaço entre as milhares de câmeras e tirei algumas fotos, perde até a graça, como metido a fotógrafo que sou, tento buscar um ângulo diferente de todos os carros que fotografo, para poder “deixar minha marca” ou achar o ângulo que o carro fica mais bonito, mas com a Ferrari, qualquer uma delas, não adianta ficar procurando ângulo diferente, você pode tirar a foto tremida, fora de foco, de cabeça pra baixo, da fechadura, do retrovisor, enfim não importa como você tirou a foto, a Ferrari continua espetacular!

Ferrari 458 Italia (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Vimos as Ferraris California, nas cores azul e amarela, 458 Italia e 599 GTO vermelhas e uma F430 Scuderia, além dos Maseratis, que apesar de também serem carros muito bons, ficam um pouco ofuscados por estarem ao lado das Ferraris.

Deixamos o estande da Ferrari e fomos ao estande da Nissan, vimos o protótipo LEAF, entre outros modelos da marca, um estande simples e prático, não passamos mais de dez minutos dentro dele, seguimos até o estande a Ford. E quem está lá para nos recepcionar? O Mustang Shelby GT 500, vermelho, com as clássicas faixas brancas, numa estação giratória. Acho que vou me decepcionar se chegar nas próximas edições do Salão e não encontrar o GT 500 girando para recepcionar os visitantes, já são três edições consecutivas, em 2006 tinha um GT 500 Branco com faixas Azuis, em 2008, GT 500 Preto com faixas Cinzas e agora, em 2010, esse Vermelho com faixas Brancas.

Ford Mustang Shelby GT 500 (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

A Ford também trouxe ao Salão uma Edge Vinho tunada, na minha opinião, o melhor tuning a ser feito num carro, aquele que não tira sua personalidade, o Famoso Fusion Hybrid, até o Lula ganhou um, e os protótipos Start e Explorer.

Continua…

Diário de Bordo (2)

Continuamos andando pelo mesmo corredor, no final dele avistamos o estande da Lamborghini, onde podíamos ver o Gallardo Superleggera, o Gallardo Cupê e o Gallardo Spyder, antes a “lojinha” da Lamborghini, vendendo roupas e acessórios a preços super acessíveis, R$150 o chaveiro,  R$1470 a jaqueta, entre outras mercadorias.

Vorax (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Atrás de nós estava o estande da Platinuss, nele vimos o Koenigsegg CCX, na sua cor clássica, laranja, ao lado do Spyker C8 Aileron. um pouco mais a frente, o primeiro superesportivo brasileiro, feito pela Rossin-Bertin, o Vorax chegou pra colocar o Brasil na briga dos grandes.

Koenigsegg CCX (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Andamos mais um pouco, passamos pelo Kart usado por Felipe Massa no desafio das estrelas pendurado na parede, e um táxi de época da Graal, pra finalmente chegar ao estande da Kia, nele uma grande quantidade de Kia Soul’s estacionados a 45° fazendo uma alusão à propaganda da copa do mundo, vimos também o RoboKia, um Kia Mohave que transforma-se em um Robô de quase cinco metros de altura para dar as boas vindas aos visitantes, mas faltavam ainda mais de vinte minutos para a próxima apresentação, seguimos nosso passeio.

Lamborghini Gallardo (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Passamos por um Porsche 911 da revista Só Veículos, vimos a “lojinha” Ferrari e chegamos ao estande da Peugeot, vimos a retrospectiva dos 200 anos da marca, é incrível saber que a montadora começou com Batedeiras, moedores de café e Máquinas de costura, e uma interessante exposição de miniaturas. Fizemos o cadastro, meu pai quis comprar um Peugeot 207 com teto solar, primeira parada para descanso, conversamos um pouco enquanto tomávamos um Capuccino oferecido para os visitantes.

Continua…

Diário de Bordo

Agora vou falar como aquele comercial: É incrível a sensação de dizer, eu estava lá!!

Que visitar o Salão do Automóvel é uma grande experiência, eu já sabia. Que os carros exóticos, juntamente com as modelos que os acompanham, são um show a parte, eu já sabia!

Agora, não sei se tem a ver com a retrospectiva que fiz no Blog, deve ter, talvez por ser a primeira vez que fui junto com meu pai, mas eu nunca tinha aproveitado tanto uma edição do Salão do Automóvel como aproveitei essa!

As surpresas começaram ainda a caminho do Salão, na Marginal Pinheiros passamos por um Chrysler 300C Limusine, preto, parando num posto de combustível, alguns minutos depois, já na Marginal Tietê, um Mustang Shelby GT 500 , cinza, passou na faixa ao lado, meu irmão tentou alcançá-lo, mas estávamos num Ford Escort, aí fica meio difícil.

Ford Mustang Shelby GT 500 (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Enfrentamos uma fila de carros para entrar no estacionamento do Anhembi, vimos os famosos Guard-Rails da Indy, estacionamos num local alternativo, tomamos uma van gratuita que nos levou para a portaria, no caminho, cruzamos com outro Mustang Shelby GT 500, desta vez branco. Se eu voltasse para casa dali já estaria feliz, mas eu precisava ir além.Ford Mustang Shelby GT 500 (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Às 15h01 dávamos os primeiros passos dentro do Pavilhão de Exposições do Anhembi, à primeira vista achei que não conseguiríamos andar, pelo tamanho da muvuca perto dos portões, o primeiro estande visitado foi do Etanol, onde é possivel ver um bólido da F-Indy e uma instalação explicativa sobre o Combustível da categoria, hesitamos por um tempo até decidirmos a direção a tomar.

Decidimos visitar primeiro as grandes montadoras, entramos num corredor estreito, passamos por trás do Estande da Platinuss e demos de cara com a Lotus JPS nº12 que Ayrton Senna pilotou em 1986, no estande da Bradesco Seguros.

Lotus JPS 84 (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Continua…

Salão do Automóvel (30)

Finalmente chegou o grande dia! faltam 3 horas para o início oficial do Salão Internacional do Automóvel. abaixo, seguem algumas informações importantes:

INGRESSO

Ainda será possível comprar na bilheteria do evento, mas lembre-se de que ela só funcionará a partir do horário de abertura da feira e se encerrará uma hora antes do seu término.

Preço:

Adulto – Ingressos válidos para qualquer dia e para maiores de 12 anos: R$ 40,00

Infantil – Ingressos válidos para qualquer dia para quem tem de 5 a 12 anos: R$ 30,00

Livre – Menores de 5 e maiores de 60 anos: Entrada livre

ATENÇÃO: Não compre ingresso de cambistas. Se comprar, com certeza terá problemas no acesso ao Salão Internacional do Automóvel.

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO DA FEIRA
27/10 – das 14h às 22h (entrada até 21h)
28/10 a 06/11 – das 13h às 22h (entrada até 21h)
07/11 – das 11h às 19h (entrada até 17h)

ENDEREÇO

Pavilhão de Exposições do Anhembi

Av. Olavo Fontoura, 1.209

Bairro: Santana

Tel: +55 11 2226-0400

 

COMO CHEGAR:

– Terminal de Ônibus Tietê
Metrô até a estação Sé, troque para a linha norte-sul, metrô sentido Tucuruvi, desça na estação Tietê.

Do Aeroporto de Congonhas

De taxi especial – aproximadamente R$ 60,00 até o Parque Anhembi.
De taxi comum – aproximadamente R$ 45,00 até o Parque Anhembi.
De ônibus – pegar o ônibus executivo na avenida Washington Luiz ao lado da passarela para o Terminal Rodoviário do Tiête.

Do Aeroporto de Cumbica – Guarulhos

De táxi – aproximadamente R$ 90,00 até o Parque Anhembi.
De ônibus – a cada 45 minutos para o Terminal Rodoviário do Tietê.

POR TRANSPORTE GRATUITO

– Utilize na estação Tietê do Metrô (Linha Norte-Sul), Terminal Rodoviário.

– Ônibus circular com ida e volta ao Parque Anhembi, funcionando uma hora antes da abertura até uma hora após o fechamento do evento.
–  Terminal Tietê – saída pelo Estação-Shopping | No Anhembi embarque e desembarque no Portão 05

ESTACIONAMENTOS

Anhembi (Acesso pelo Portão 38)

Veículos de passeio = R$ 25,00 único acesso
Moto = R$ 15,00

Unipare
Rua Voluntários da Pátria, 344 – Telefone : (11) 2221-2935
Veículos de passeio = R$ 10,00 Período de 12 horas com serviços de Leva e Traz para o Anhembi
Atenção: O serviço de Van terá inicio somente 1 hora antes do evento.

Aproveite as dicas! O Salão está incrível e esperando por você!

(Texto obtido no Blog do Salão)

Salão do Automóvel (29) – 25ªEdição – 2008

A 25ª edição do Salão Internacional do Automóvel, realizada de 30 de outubro a 9 de novembro de 2008, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, foi marcada por lançamentos e pela apresentação de carros-conceito com tecnologias que privilegiam combustíveis renováveis e representam a evolução dos carros flex com motores híbridos ou elétricos. Designs arrojados e futuristas ditam a tendência da indústria nos próximos anos, com a produção de veículos que primam pelo conforto, economia e menor impacto ao meio ambiente. As empresas de acessórios também apresentaram novidades tecnológicas e que permitem a interatividade do consumidor, como GPS com Bluetooth, Interface para Ipod, Cabos de interface para MP3 players, produtos para rastreamento e monitoramento, além de som automotivo, amplificadores e rodas.

O evento de 2008 também ficou marcado como o Salão dos Recordes: 170 expositores em 85 mil m² de área, aproximadamente 450 carros em exposição, cerca de 40 marcas e um público visitante de 625.330 pessoas em 11 dias de evento, sendo 712 visitantes internacionais. Organizado e promovido pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, o evento brasileiro passou a integrar, a partir de 2008, o calendário oficial da OICA (Organização Internacional de Fabricantes de Veículos Automotores). Com isso, o Salão passa a ter a mesma visibilidade mundial que outros grandes eventos do setor.

Volkswagen Passat CC (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Com o slogan “Carro para quem quer”, o Salão do Automóvel de 2008 apresentou novidades para todos os gostos, necessidades e bolsos: desde um modelo chinês que custa a partir de R$ 25 mil a desejados carros de luxo que valem mais de R$ 4 milhões. O evento se consagrou como opção de lazer para toda a família, com atrações para crianças, mulheres, jovens e adultos. Expositores apostaram em atividades interativas e o público respondeu à altura, participando ativamente e registrando todos os momentos nas milhares de câmeras fotográficas que iluminavam ainda mais o Pavilhão do Anhembi.

As montadoras prepararam diversos lançamentos para o Salão. Um dos mais aguardados foi o carro elétrico Volt, da Chevrolet, que usa apenas o motor elétrico na locomoção, a GM lançou também o G-PIX, carro-conceito ao estilo de um crossover cupê e desenvolvido 100% por engenheiros brasileiros.

Volvo C30 (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

A Mercedes-Benz apresentou sete novos modelos (CLC, GLK, Classes B, CLS, SLK, M e SL), além da linha completa de veículos da marca. Entre os destaques estiveram o cupê esportivo CLC 200 K, a nova GLK 280, utilitário esportivo de alto luxo com verdadeira aptidão para qualquer tipo de terreno e o SL 63 AMG Edição IWC, um conversível ainda mais exclusivo, que terá apenas 200 unidades produzidas. Além disso, a chegada da marca Smart ao mercado brasileiro em 2009 também foi anunciada no estande, onde os visitantes puderam conferir os modelos Coupe e Cabrio desse veículo de vocação urbana feito para duas pessoas. Dois grandes lançamentos marcaram a participação da Peugeot no Salão: os modelos Peugeot 207 Escapade e Passion. A Citroën trouxe o C4 Hatch, modelo do segmento médio produzido no Mercosul; a minivan C4 Picasso 5 lugares e o novo C5, modelo de carroceria Sedan e Tourer (break). A Renault apresentou o novo Sandero Stepway, que seria comercializado a partir de dezembro de 2008 em uma única versão de acabamento e uma opção de motor o 1.6 16V Hi-Flex, e carro-conceito Renault Sand’up. Já a Nissan mostrou o primeiro carro de passeio produzido no Brasil, o monovolume Livina, e o Grand Livina, com sete lugares.
A Volkswagen apresentou seu segundo maior lançamento do ano, o novo Voyage. O modelo imprime a entrada da marca num dos mais importantes segmentos de mercado: o de sedãs compactos. Na linha de importados, a Volks apresentou o luxuoso Passat CC de quatro portas com motor V6 de 300 cavalos de potência; o Tiguan, segundo utilitário esportivo da marca no Brasil; e o esportivo e conversível Eos. A Dodge mostrou seu novo sedan, o Trazo C 1.8. A Ford expôs o Novo Focus, oferecido nos modelos hatch e sedã. Outra novidade é o crossover Ford Edge numa versão de luxo e o EcoSport 2.0L Flex. A Volvo apresentou o carro considerado mais seguro do mundo: o XC60, com exclusivo sistema City Safety, que aciona automaticamente os freios do veículo diante de uma possível colisão, em baixa velocidade, sem a intervenção do motorista.

Renault Sandero Stepway (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

A Kia Motors apresentou seis lançamentos que entrariam em breve no mercado brasileiro: o compacto Premium Rio, o crossover Soul, o SUV fullsize Mohave, os novos Magentis e Sportage Série II e o  Cerato. A CN Auto, que representa as gigantes chinesas Hafei Motor e a Jinbei Automobile no segmento de vans e mini-vans, anunciou o retorno oficial das novas Towner e Topic ao mercado brasileiro. A sul-coreana Ssangyong trouxe as novas versões do Actyon e o Actyon Sports. A montadora chinesa Changan mostrou a versão cabine dupla do Chana Cargo CD.

O jipe Stack, fabricado pela empresa catarinense TAC, foi o veículo mais brasileiro do Salão. Em comemoração à 25ª edição do evento, foram disponibilizados 25 jipes no evento. A Ferrari apresentou a 430 Scuderia, desenvolvida com o intuito de ser mais leve, ter o mínimo de adornos e mais inovações tecnológicas agregadas. No volante, ficam o botão de ignição do motor e as cinco posições de controle de dirigibilidade. A japonesa Subaru lançou duas versões de sedãs já disponíveis no mercado brasileiro: o Imprenza WRX 2.0 e o 2.5. A Hyundai Caoa levou ao evento o sedã de luxo Gênesis e o I30, sucesso de vendas na Europa.

Mercedes-Benz SL 63 AMG IWC (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Os fãs da Land Rover puderam conferir o lançamento do Defender SVX, que marcou os 60 anos da montadora comemorados em 2008, com edição limitada de 1.800 unidades, das quais 25 mil serão comercializadas no Brasil em 2009. A Platinuss encantou o público com o Pagani Zonda Roadster F., que teve produção limitada de apenas 40 unidades e foi feito sob medida e ao gosto do cliente.

Depois de cinco anos afastada do mercado brasileiro, a Suzuki voltou ao País e apresentou o modelo Kizashi e a terceira geração do Grand Vitara. A Porsche trouxe a nova geração dos modelos 911: 911 Carrera S, 911 Carrera 4S, 911 Targa 4S. A Fiat apresentou o Punto T-JET, todas as versões do novo sedã Línea e o Fiat 500, carro ícone da indústria automobilística nos anos 50 e que voltou ao mercado no ano passado com novas formas e tecnologias. Já a Honda mostrou o New Fit com novidades no modelo que se consolidou no País há cinco anos.

Pagani Zonda Roadster F (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

A indiana Mahindra trouxe três novos produtos: Suv Scorpio M’Hawk (novo motor e equipamentos), picape cabine dupla com novas cores e equipamentos e picape sem caçamba. Os destaques da Toyota ficaram por conta dos carros-conceito RIN e 1/X – que valorizam o uso de combustíveis alternativos, como eletricidade, e o bem-estar do motorista – e dos lançamentos de sua linha 2009, como o Novo Corolla, a picape Hilux, o utilitário esportivo SW4 e o sedã Camry. E a Mitsubishi marcou presença com os modelos Eclipse GT, L200 Outdoor, L200 Savana, L200 Triton, Outlander, Pajero Full, Pajero Sport HPE, Pajero TR4 Flex e com o carro-conceito Mitsubishi Concept ZT.

Salão do Automóvel (28) – 24ªEdição – 2006

(O meu primeiro) Em 2006, o maior evento da indústria automobilística da América Latina teve como tema “Paixão, Emoção e Evolução”. Realizado de 29 a 29 de outubro, a 24ª edição do SALÃO INTERNACIONAL DO AUTOMÓVEL comparou-se a duas mostras memoráveis: a de 1976, quando o Brasil recebeu a Fiat, quarta montadora a instalar-se em solo nacional; e a de 1990, ano da abertura do mercado brasileiro, quando os modelos importados começaram a freqüentar as ruas do País de forma mais intensa. Além disso, ocorreu em um momento bastante especial, justamente no ano em que a indústria automobilística nacional completou 50 anos de fundação.

Foram 155 expositores em 90 mil m² de área, mais de 400 veículos em exposição e mais de 80 lançamentos. Os destaques dessa edição ficaram por conta dos modelos superesportivos e os carros-conceito. Na linha dos superesportivos chamou a atenção os traços ousados do Z4 Coupe, da BMW, originado da versão conversível da marca.

Shelby GT 500 (Foto: G1.com)

Um dos grandes momentos ficou por conta da reaparição de um dos sonhos de consumo do final da década de 1960, o Mustang Shelby GT500, da Ford, que veio a este Salão numa versão agressiva e moderna. Destaque também para a concorridíssima do público, a Ferrari GTB 599 Fiorano, com preço estimado, na época, em R$ 2 milhões. O Porsche Carrera GT, um dos esportivos mais luxuosos, nunca havia sido exposto no País, e o Salão foi a oportunidade única para ver essa maravilha de 612 cavalos.

Outro que esbanjava charme foi o Eos, lançamento esportivo da Volkswagen. O grande atrativo do veículo é poder se transformar de cupê para conversível em apenas 20 segundos. Uma combinação que misturava design arrojado e desempenho notável eram as características do Chevrolet Camaro. Já a Volvo apostou num pequeno porta-malas para o seu cupê-cabriolet C70 Cabrio. Um motor V8 4.2 de 300 cavalos foi apresentado no XK Jaguar. Eleito o carro do ano na Inglaterra, o esportivo vai de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos.

Outro modelo também consagrado no exterior presente no Salão foi trazido pela Peugeot: o 407 Coupe, que registrou sua marca como um esportivo que traz um amplo conjunto tecnológico e o estilo moderno e ousado das versões Sedan e SW. Outra francesa que investiu nos esportivos foi a Renault, que apresentou o novo Mégane Cabrio. Já a Mitsubishi trouxe, pela primeira vez no País, o modelo Eclipse, com motor V6, com novo design e tração integral.

Peugeot 20Cup (Foto: Wikipedia)

Em se tratando de carros-conceito, chamaram bastante atenção o Fine-T, da Toyota, que, ao invés de volante, possuía um manche e o banco do motorista “sai” do carro para receber o condutor. A Nissan trouxe o Zaroot, nova versão de utilitário-crossover, mesmo caso do Concept-T, da Volkswagen; do Concept FCC, da Fiat, e do HCD9 Talus Concept, da Hyundai. Já o Prisma Y, da Chevrolet, apareceu no Salão para verificar a aceitação do público e, num futuro próximo, concorrer no mercado de off-roads. Para finalizar, o 20Cup, da Peugeot, apresentou uma característica peculiar: três rodas e foi testado na famosa 24 horas de Le Mans. Em todos esses casos, os modelos em exposição apresentaram linhas, acessórios e partes mecânicas futuristas que devem ser empregadas nos veículos produzidos pelas montadoras.