Le Mans e Montreal (2) – Atrasado

Se fosse ver, eu nem precisaria escrever sobre as corridas, já é quinta feira, todos já comentaram as duas corridas, eu quase não consigo publicar meu texto. Acho que se passasse de hoje não ia mais compensar escrever.

Mas vamos ao que interessa, não consegui assistir a Fórmula 1 ao vivo, ainda bem, pois por causa da chuva a corrida foi paralisada por 2 horas. Assisti o VT na SporTV, mas que corrida! Uma das mais empolgantes que já assisti, Hamilton mostrou suas asinhas logo nas primeiras voltas e abandonou a corrida na 7ª volta.
O cara para quem eu tiro meu chapéu foi Jenson Button, que ganhou a corrida na unha, com uma disputa eletrizante com Sebastian Vettel, que errou na última volta, quase rodou, e ficou na segunda posição.

Felipe Massa tinha tudo para fazer uma ótima corrida, largou em terceiro e Alonso já havia abandonado a corrida, quando a pista estava secando, colocou pneus Slick, mas encontrou Narain Karthikeyan na saída dos boxes, saiu da trilha, rodou e bateu no muro, quebrando o bico do carro, (Acho que ele esqueceu que fora da trilha, os pneus slick não têm aderência, e ainda esperneia dizendo que a culpa foi de Karthikeyan, que lutava para manter sua Hispania estável, por estar na trilha), ainda se recuperou e terminou em 9º, com uma ultrapassagem em cima de Kobayashi na linha de chegada:

Pos No Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 4 Jenson Button McLaren-Mercedes 70 4:04:39.537 7 25
2 1 Sebastian Vettel RBR-Renault 70 +2.7 secs 1 18
3 2 Mark Webber RBR-Renault 70 +13.8 secs 4 15
4 7 Michael Schumacher Mercedes 70 +14.2 secs 8 12
5 10 Vitaly Petrov Renault 70 +20.3 secs 10 10
6 6 Felipe Massa Ferrari 70 +33.2 secs 3 8
7 16 Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari 70 +33.2 secs 13 6
8 19 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 70 +35.9 secs 18 4
9 11 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 70 +45.1 secs 16 2
10 18 Sebastien Buemi STR-Ferrari 70 +47.0 secs 15 1
11 8 Nico Rosberg Mercedes 70 +50.4 secs 6
12 17 Pedro de la Rosa Sauber-Ferrari 70 +63.6 secs 17
13 23 Vitantonio Liuzzi HRT-Cosworth 69 +1 Lap 21
14 25 Jerome d’Ambrosio Virgin-Cosworth 69 +1 Lap 24
15 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 69 +1 Lap 22
16 21 Jarno Trulli Lotus-Renault 69 +1 Lap 19
17 22 Narain Karthikeyan HRT-Cosworth 69 +1 Lap 23
18 15 Paul di Resta Force India-Mercedes 67 Accident 11
Ret 12 Pastor Maldonado Williams-Cosworth 61 Spun off 12
Ret 9 Nick Heidfeld Renault 55 Accident 9
Ret 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 49 Accident 14
Ret 5 Fernando Alonso Ferrari 36 Accident 2
Ret 20 Heikki Kovalainen Lotus-Renault 28 Driveshaft 20
Ret 3 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 7 Accident 5

Em Le Mans, como era de se esperar a Audi levou a melhor, segundo as palavras de Flavio Gomes:

“O R18 TDI da Audi que venceu ontem em Le Mans, a décima vitória das quatro argolas em 13 anos, já é um daqueles carros candidatos a entrar para a galeria de monstrengos da história do automobilismo. No bom sentido. Dá até medo de olhar para ele, como dava medo o urro dos quattro no Mundial de Rali nos anos 80. Vai fazer companhia, nos anais, aos Porsche 917, aos GT40, aos Peugeot 905 e outros tantos que enchem os olhos dos que gostam de corridas.[…]”

Foram vários acidentes, mas o que mais me impressionou foi o de Allan McNish, que bateu no começo da corrida, ele pilotava um R18, modelo que venceu a prova:

Anúncios

24 Horas de Le Mans – Curiosidades

Quando eu disse no último post que não sabia nada sobre Le Mans, resolvi procurar, fui direto ao blog do cara que sei que acompanha tudo, Rodrigo Mattar, do Blog “A Mil por Hora”.

Por isso, tomo a liberdade de utilizar o Texto que ele publicou por lá, relatando algumas curiosidades sobre a 79ª Edição das 24 Horas de Le Mans:

*São 56 carros inscritos: dezessete na classe LMP1, onze na divisão LMP2, dezoito na LMGTE-Pro e dez na LMGTE-Am.

*Temos 13 construtores: Audi, Oreca, Peugeot, Lola, Pescarolo, Zytek, Aston Martin, HPD (Honda), Norma, BMW, Porsche, Corvette e Ferrari.

*A Aston Martin entra na disputa com três motores diferentes: o novo “seis em linha” turbo 2 litros para o protótipo AMR-ONE; o V12 6 litros do protótipo Aston Martin Lola DBR1-2 e o motor 4,5 litros V8 do Aston Martin Vantage.

*Dos 168 pilotos confirmados, duas são mulheres: a belga Vanina Ickx e a estreante estadunidense Andrea Robertson.

*Por sinal, Andrea Robertson é a 53ª mulher a correr em Le Mans em toda a história de 79 edições da prova.

*O número de pilotos que disputarão a corrida pela primeira vez é de 37.

*De todos os 168 pilotos, o mais veterano de todos é o holandês Jan Lammers. Ex-piloto de Fórmula 1 e vencedor das 24 Horas em 1988, ele vai para a sua 22ª participação.

*Horst Felbermayr Sr. é o piloto mais velho de todos. Ele tem 65 anos. Tracy Krohn, o segundo mais idoso do grid, tem 56 anos de idade. Jacques Nicolet e Jan Lammers têm 55.

*No lado oposto, Andrea Barlesi é o mais jovem dos pilotos inscritos. Apenas 19 anos de idade. O francês Olivier Lombard tem 20. Dominik Kraihammer, da Áustria, tem 21. Os três correm em Le Mans pela primeira vez.

*Entre todos, somente 10 venceram as 24 Horas de Le Mans: Mike Rockenfeller, Romain Dumas, Timo Bernhard, Dindo Capello, Allan McNish, Tom Kristensen, Alexander Wurz, Marc Gené, Jan Lammers e Stéphane Ortelli.

*Tom Kristensen, da Dinamarca é o recordista absoluto de vitórias em Le Mans: oito no total.

*O grid deste ano terá 19 pilotos que já passaram pela Fórmula 1: Allan McNish, Jan Lammers, Alexander Wurz, Marc Gené, Anthony Davidson, Stéphane Sarrazin, Franck Montagny, Sébastien Bourdais, Pedro Lamy, Olivier Panis, Jean-Christophe Boullion, Tiago Monteiro, Bas Leinders, Christian Klien, Shinji Nakano, Giancarlo Fisichella, Gianmaria Bruni, Olivier Beretta e Jan Magnussen. Ao contrário de outros anos, não há nenhum campeão mundial da categoria máxima entre os inscritos. E só dois ganharam corridas: Panis e Fisichella.

*22 é o total de países representados na 79ª edição das 24 Horas de Le Mans. A França, para nenhuma surpresa, tem 50 pilotos inscritos, contra 28 da Grã-Bretanha e 17 da Alemanha. O Brasil comparece com três pilotos.

*Até hoje, o Brasil teve 23 pilotos em Le Mans, correndo ou não. O melhor resultado individual é um 2º lugar: José Carlos Pace em 1973 e Raul Boesel em 1991. Houve outro pódio, com Ricardo Zonta, 3º colocado em 2008.

*Thomas Erdos é o brasileiro com o maior número de participações: ele chega a 12 neste ano.

*Mais Erdos: ele foi o primeiro brasileiro campeão nas 24 Horas de Le Mans numa subcategoria. Venceu na classe LMP2, duas vezes. Em 2005 e 2006. O paranaense Jaime Melo repetiu o feito de Erdos em 2008 e 2009, mas na classe LMGT2.

*405 km/h é a maior velocidade de ponta já aferida em Le Mans. Cortesia do WM-Secateva com motor Peugeot 2,8 litros turbo nas 24 Horas de Le Mans de 1988, com Roger Dorchy.

*250.000 é a estimativa de público da edição 2011 das 24 Horas de Le Mans.

*5.410,713 km foi a distância percorrida pelos vencedores de 2010, Timo Bernhard/Romain Dumas/Mike Rockenfeller, recorde absoluto da história da prova.

*397 voltas foram completadas pelo trio vencedor da prova no ano passado.

*225,228 km/h é a nova média horária recorde da prova, cortesia da trinca Dumas/Bernhard/Rockenfeller.

*251,815 km/h é a média horária recorde da volta em prova, alcançada pelo alemão Hans-Joachim Stuck num Porsche 962C em 1985, ano em que a reta Mulsanne ainda não tinha chicanes.

*3’18″513, este foi o tempo de Stéphane Sarrazin para a pole position das 24 Horas de Le Mans em 2008. Recorde da pista na atual configuração com chicanes na reta Mulsanne.

Le Mans e Montreal

Este é mais um dos fins de semana ilustres da velocidade, recentemente tivemos as 500 milhas de Indianápolis e o GP de Mônaco, esta semana teremos as 24 horas de Le Mans e o Grande Prêmio do Canadá.

Ainda estou engatinhando no automobilismo, até agora a única categoria que acompanho fielmente é a Fórmula 1, depois que começei a escrever este blog, procurei saber mais sobre as outras categorias, consegui fazer algumas menções a outras categorias mas ainda está longe do que eu gostaria que fosse, talvez  por não dedicar todo o meu tempo a esse mundo, inclusive, muitas vezes percebo que deixo os leitores na mão, pois são raras as publicações no meio da semana. Mas as férias estão aí e, pelo menos por um mês, o blog deverá ficar mais dinâmico.

Sei muito pouco sobre as 24 Horas de Le Mans. Sei que este é um dos maiores eventos de velocidade do mundo, o principal da categoria endurance, que os carros atingem velocidades estupendas nas longas retas desta pista, que a maioria dos grandes nomes correram por lá, e as grandes marcas brigam pela vitória. Este ano, pretendo assistir pelo menos algumas voltas da corrida, já que 24 horas são horas demais.
A prova será transmitida para o Brasil pelo Canal Speed, a largada acontecerá às 10h da manhã de sábado, horário de Brasília, e a prova se estenderá até as 10h de domingo.

Assim que terminar a corrida em Le Mans podemos nos preparar para assistir Sebastian Vettel e companhia correr no circuito Gilles Villeneuve, a largada será às 14h, horário de Brasília.

Mini no Dakar

Entre os dias 1 e 16 de janeiro de 2011 será realizado o Rali Dakar, com largada e chegada prevista para Buenos Aires. A montadora Mini anunciou que correrá este rali com um Mini Cooper preparado em apenas 90 dias, equipado com peças e motor BMW. O Motor que será usado será idêntico ao usado nos carros da BMW que disputarão o Rali em questão. O piloto será o francês Guerlain Chicherit, que já participou da competição por três vezes, o navegador será o compatriota Michel Périn.

Mini All4 Racing (Imagem: Divulgação/Grande Prêmio)

Em 2011, a Mini também voltará a  disputar o WRC.

500km de Interlagos

(Foi difícil escolher as fotos…) Neste domingo tive o prazer de assistir à prova dos 500km de Interlagos, corrida tradicional, mas pouco divulgada. É triste ver o autódromo vazio em uma prova tão boa como essa.

Grid de Largada (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Quem foi lá, viu. Dentre os 22 carros que largaram, haviam 4 Ferraris, duas F430 e duas Modena, 2 Lamborghinis Gallardo, um Dodge Viper, um Audi R8, um Maserati e um Volvo, além dos protótipos e dos carros “simples”, como o Volkswagen Gol, o Chevrolet Omega, o Peugeot 207 e o Chevrolet Vectra GT. A maioria corre no Campeonato Paulista de Automobilismo.

Disputa entre Porsche 911, Audi R8 e Lamborghini Gallardo no início da corrida. (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Por cima, vendo os carros presentes, pode-se perceber que a prova não é brincadeira, e não é mesmo, após 117 voltas disputadas e em pouco mais de três horas de prova, a diferença do vencedor para o segunfo colocado foi de apenas oito décimos de segundo, 0,8s, sendo que o primeiro só chegou à liderança seis voltas antes do final da prova.

Disputa pela Liderança, 6 voltas para o final da prova. (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

E não foi só a briga pela ponta que valeu a pena, além da emoção de ver (e ouvir) todos esses carros supracitados, juntos, “rasgando a reta”, a corrida foi marcada por várias disputas no meio do pelotão, um show. Quem não foi, ou não ficou sabendo, perdeu muito, pois, até onde eu sei, a entrada era gratuita.

BMW faz sua parada. (Foto: Rafael Gaspar/Gasparov Images)

Os vencedores da prova foram a dupla Chico Longo/Daniel Serra, de Ferrari F430, seguido do trio Max Wilson/Nonô Figueiredo/Marcel Visconde, de Porsche 911 e Xandy Negrão/Andreas Mattheis/Xandinho Negrão de Audi R8.