Salão do Automóvel (28) – 24ªEdição – 2006

(O meu primeiro) Em 2006, o maior evento da indústria automobilística da América Latina teve como tema “Paixão, Emoção e Evolução”. Realizado de 29 a 29 de outubro, a 24ª edição do SALÃO INTERNACIONAL DO AUTOMÓVEL comparou-se a duas mostras memoráveis: a de 1976, quando o Brasil recebeu a Fiat, quarta montadora a instalar-se em solo nacional; e a de 1990, ano da abertura do mercado brasileiro, quando os modelos importados começaram a freqüentar as ruas do País de forma mais intensa. Além disso, ocorreu em um momento bastante especial, justamente no ano em que a indústria automobilística nacional completou 50 anos de fundação.

Foram 155 expositores em 90 mil m² de área, mais de 400 veículos em exposição e mais de 80 lançamentos. Os destaques dessa edição ficaram por conta dos modelos superesportivos e os carros-conceito. Na linha dos superesportivos chamou a atenção os traços ousados do Z4 Coupe, da BMW, originado da versão conversível da marca.

Shelby GT 500 (Foto: G1.com)

Um dos grandes momentos ficou por conta da reaparição de um dos sonhos de consumo do final da década de 1960, o Mustang Shelby GT500, da Ford, que veio a este Salão numa versão agressiva e moderna. Destaque também para a concorridíssima do público, a Ferrari GTB 599 Fiorano, com preço estimado, na época, em R$ 2 milhões. O Porsche Carrera GT, um dos esportivos mais luxuosos, nunca havia sido exposto no País, e o Salão foi a oportunidade única para ver essa maravilha de 612 cavalos.

Outro que esbanjava charme foi o Eos, lançamento esportivo da Volkswagen. O grande atrativo do veículo é poder se transformar de cupê para conversível em apenas 20 segundos. Uma combinação que misturava design arrojado e desempenho notável eram as características do Chevrolet Camaro. Já a Volvo apostou num pequeno porta-malas para o seu cupê-cabriolet C70 Cabrio. Um motor V8 4.2 de 300 cavalos foi apresentado no XK Jaguar. Eleito o carro do ano na Inglaterra, o esportivo vai de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos.

Outro modelo também consagrado no exterior presente no Salão foi trazido pela Peugeot: o 407 Coupe, que registrou sua marca como um esportivo que traz um amplo conjunto tecnológico e o estilo moderno e ousado das versões Sedan e SW. Outra francesa que investiu nos esportivos foi a Renault, que apresentou o novo Mégane Cabrio. Já a Mitsubishi trouxe, pela primeira vez no País, o modelo Eclipse, com motor V6, com novo design e tração integral.

Peugeot 20Cup (Foto: Wikipedia)

Em se tratando de carros-conceito, chamaram bastante atenção o Fine-T, da Toyota, que, ao invés de volante, possuía um manche e o banco do motorista “sai” do carro para receber o condutor. A Nissan trouxe o Zaroot, nova versão de utilitário-crossover, mesmo caso do Concept-T, da Volkswagen; do Concept FCC, da Fiat, e do HCD9 Talus Concept, da Hyundai. Já o Prisma Y, da Chevrolet, apareceu no Salão para verificar a aceitação do público e, num futuro próximo, concorrer no mercado de off-roads. Para finalizar, o 20Cup, da Peugeot, apresentou uma característica peculiar: três rodas e foi testado na famosa 24 horas de Le Mans. Em todos esses casos, os modelos em exposição apresentaram linhas, acessórios e partes mecânicas futuristas que devem ser empregadas nos veículos produzidos pelas montadoras.

Anúncios

Um comentário em “Salão do Automóvel (28) – 24ªEdição – 2006

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s