“Nada mal para um segundo piloto!!”

Essa foi a frase dita por Mark Webber após vencer o Grande Prêmio de Silverstone, na Inglaterra sem ser incomodado. Isso porque a Red Bull tirou uma asa dianteira do carro do australiano para colocar no carro Sebastian Vettel, favorecendo claramente o alemão.

Na corrida deste domingo, Vettel tinha tudo para conseguir mais uma vitória na carreira, era o pole e largaria no “lado limpo da pista”, com um carro pra ninguém botar defeito, inclusive com uma asa dianteira especial… Não adiantou.
Largou mal, perdeu a primeira posição para o companheiro de equipe logo na primeira curva, desequilibrado, sofreu um toque da Mclaren de Lewis Hamilton, furando seu pneu. Parou no box acabou em 24º, onde ficou até o Safety Car entrar na pista, na 26ª volta, e diminuir o tempo entre os pilotos. A partir daí começou uma corrida recuperação e conseguiu chegar em 7º ao final da corrida.

(Acho que o Mick Jagger estava torcendo para a Ferrari…) Felipe Massa largou em 7º, poderia fazer uma ótima corrida, mas sofreu um toque de Fernando Alonso, seu companheiro de equipe, que furou seu pneu, parou no box e fez companhia para Vettel na lanterna. Após o Safety Car, ganhou várias posições, mas quando estava em 11º errou uma curva, travou as rodas e ficou com pneu quadrado, entrou no box novamente, mas a equipe não o esperava e perdeu muito tempo, terminou em 15º.

Fernando Alonso não foi prejudicado no incidente com o companheiro de equipe, seguia fazendo uma corrida regular, que, ultimamente, é o máximo que a equipe italiana pode oferecer, mas teve de cumprir um drive through por ultrapassar Robert Kubica cortando caminho e não devolver a posição, caiu para o fim da fila e não conseguiu se recuperar, a duas voltas do fim, quando estava em 12º sofreu um toque de Vitantonio Liuzzi e, ironicamente, precisou parar no box com um pneu furado, terminou em 14º.

Destaque para Lewis Hamilton, 2º, que fez uma corrida sem ser incomodado, Barrichello, 5º, Kobayashi, 6º, Sutil, 8º, e Hulkenberg, 10º.

Pos No Piloto Equipe Voltas Tempo/Abandono Grid Pts
1 6 Mark Webber RBR-Renault 52 1:24:38.200 2 25
2 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 52 +1.3 s 4 18
3 4 Nico Rosberg Mercedes GP 52 +21.3 s 5 15
4 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 52 +21.9 s 14 12
5 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 52 +31.4 s 8 10
6 23 Kamui Kobayashi BMW Sauber-Ferrari 52 +32.1 s 12 8
7 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 52 +36.7 s 1 6
8 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 52 +40.9 s 11 4
9 3 Michael Schumacher Mercedes GP 52 +41.5 s 10 2
10 10 Nico Hulkenberg Williams-Cosworth 52 +42.0 s 13 1
11 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 52 +42.4 s 20
12 16 Sebastien Buemi STR-Ferrari 52 +47.6 s 16
13 12 Vitaly Petrov Renault 52 +59.3 s 15
14 8 Fernando Alonso Ferrari 52 +62.3 s 3
15 7 Felipe Massa Ferrari 52 +67.4 s 7
16 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 51 +1 Volta 21
17 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 51 +1 Volta 18
18 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 50 +2 Voltas 19
19 20 Karun Chandhok HRT-Cosworth 50 +2 Voltas 23
20 21 Sakon Yamamoto HRT-Cosworth 50 +2 Voltas 24
NC 17 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 44 Freios 17
NC 22 Pedro de la Rosa BMW Sauber-Ferrari 29 Acidente 9
NC 11 Robert Kubica Renault 19 Transmissão 6
NC
25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 9 Hidráulico 22
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s